terça-feira, junho 09, 2009

new smile, new life 59 . Os Meus Amigos

"Um amigo é alguém que compreende o teu passado, acredita no teu futuro, e te aceita como és." Autor Desconhecido


Os Meus Amigos

Escolho os meus amigos não pela pele ou por outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não me interessam os bons de espírito, nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero o meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.

Escolho os meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta.
Não quero só o ombro ou o colo, quero também a sua maior alegria.
Amigo que não ri connosco não sabe sofrer connosco.
Os meus amigos são todos assim: metade disparate, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade a sua fonte de aprendizagem, mas que lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos, nem chatos.
Quero-os metade de infância e outra metade de velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois vendo-os loucos e santos, tolos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril.
Oscar Wilde

my advice for a new life

Pilares

No meu primeiro “Unleash The Power Within” escutei da boca do Tony Robbins uma frase que ainda hoje tem uma elevada importância na minha VIDA: “A qualidade da tua VIDA é directamente proporcional à qualidade dos teus pares (network)”.

O que quer isto dizer? Quer dizer que aqueles que nos rodeiam e com quem nos relacionamos têm uma elevada importância na nossa VIDA. São eles que nos fazem diminuir ou elevar os nossos “standards”.
Imaginem a nossa VIDA como um jogo de ténis, quem preferias ter do outro lado do court; O Rafael Nadal ou alguém que jogue o mesmo nível, ou até um nível inferior, de ténis que tu?

Considera comigo as 3 hipóteses:

1. Alguém com um nível inferior ao teu; de início até era engraçado estares sempre a ganhar, no entanto e, passados alguns jogos, queres alguém que te desafie e que te faça crescer…!
2. Alguém com o mesmo nível que o teu; umas vezes ganhas outras perdes, acabam por se desafiar um ao outro. Erras e aprendes em grande parte com os teus erros.
3. O Rafael Nadal! Sem dúvida que vais perder, vezes e vezes sem conta, MAS se souberes aproveitar a oportunidade, poderás ao fim de algum tempo, aprender algumas das forças e potencialidades do “Rafa” simplesmente modelando-o!

Esta semana olha para a tua network e identifica “quem é o quê”. Quando identificares os teus “pilares” pergunta-te como podes aproveitar ainda mais as qualidades deles e como lhes podes modelar as competências. Normalmente é simples… basta apenas fazer-lhes perguntas!

2 comentários:

Vanessa disse...

Adorei a frase "Um amigo é alguém que compreende o teu passado, acredita no teu futuro, e te aceita como és."!

Faz parte tb do que eu acredito!!!

Jorge Coutinho disse...

Uma grande verdade que muitas vezes esquecemos...